Todos os posts de Murillo Cerchiari

Hoje trabalho com o que eu mais gosto e me dedico inteiramente a realizar sonhos desses apaixonados por carros clássicos.

BMW M5 E34: sua única preocupação é saber quando parar de pilotar

Para os sonhadores de uma época em que sofisticação ‘era sinônimo’ de ser popular, a The Garage só tem uma coisa a dizer. Seja hoje a pessoa que sempre sonhou. E, quando falamos em sonhos, um carro vem à mente na hora, a BMW M5 E34.

Mas por que este carro? Porque é o modelo da BMW que conseguiu encantar duas gerações ao mesmo tempo, fazendo da M5 o veículo mais ambicionado em sua época, na década de 1990, e atualmente com o mesmo fervor.

Quem não se via dentro de um carro em que trouxe o conceito executivo/esportivo, e atendendo o telefone de bordo? E ainda em uma época em que celulares eram apenas sonhos, assim como este carro.

BMW 1994 M5
1994 BMW M5 E34

BMW M5 E34: entenda a magia deste modelo

Você que lê este texto mas não entende por hora o que uma BMW M5 E34 causa aos apaixonados por ela, ao menos tente imaginar.

Aqui na The Garage nós temos uma unidade do ano de 1993/1994.

1994 BMW M5
1994 BMW M5 E34

Portanto, imagine isto: você está em 1994. Quando aquele ano começou, provavelmente nem sabia que o Brasil teria sobre ele os holofotes do mundo com a morte de Ayrton Senna e com o lançamento do Plano Real.

Você era jovem, e é muito provável que era pai de um(a) filho(a) pequeno(a). E então, o que tínhamos de carro nacional sedã mais sofisticado à época? Eram o Vectra, Omega e Tempra.

BMW
1994 BMW M5 E34

Mas, você está caminhando em um centro comercial de São Paulo, imaginemos a Faria Lima ou a avenida Paulista. Adiante avista um carro europeu na cor Jet Black, é um BMW M5 1993/1994 que acabava de ser importado.

É a coisa mais incrível que você já viu se tratando de carro. E você conhecia carros. Mas não como aquele; não com aquela qualidade.

E então você se dá conta…

Se dá conta de que aquele ronco do motor S38 de 6 cilindros 3.8L, com 347 cavalos de potência parece a voz sexy de uma mulher ao pé do ouvido.

Interior BMW M5
1994 BMW M5 E34

O interior dessa BMW M5 é inteiro de couro preto, com refinamento na costura e uma estação própria de telefone.

Portanto, aí que você se dá conta de que é o carro dos seus sonhos, mas, além de ser raro no Brasil, o preço era impossível, ainda mais no país com uma economia embrionária.

1994 BMW M5 E34

26 anos depois…

Em sua caixa de e-mail o carro sonhado surge em um anúncio de venda da The Garage. E o que você faz?

Bom, podemos ter uma ideia: ou deixa passar e vive sua vida com aquela sensação de arrependimento de perda de um grande amor ou liga para a The Garage, para ser aquela pessoa que sempre sonhou quando avistou este carro pela primeira vez.

Viu, o seu carro está por aqui. Não importa quanto tempo leve. Apenas descubra.

Venda seu carro em Lindóia – Saiba como

Já considerado um evento tradicional, o Encontro de Águas de Lindóia recebe mais de 700 mil visitantes todos os anos. O mais importante no Brasil e ótima oportunidade para que venda seu carro em Lindóia.

Caso você tenha um veículo e o queira levar para Lindóia, com o objetivo de vendê-lo, a The Garage pode te ajudar nisso.

Encontre os melhores carros antigos em São Paulo.

Venda seu carro em Lindóia com a The Garage

Todos os anos estamos presentes no espaço fixo que temos no evento, no qual recebemos carros de clientes para serem vendidos.

Por isso, o Encontro de Águas de Lindóia é um ótimo lugar para ter lucro com seu veículo, porque vão pessoas de todo o país, entre colecionadores e novos proprietários.

As inscrições começaram a partir de 27 de fevereiro para todas as categorias, como Inscrições com Veículos, Sem Veículos e Veículos à Venda.

Inscrições de Veículos

A The Garage pode levar um ou mais veículos do mesmo proprietário. Serão entregues aos donos troféus de participação e Kit com brindes. Isso é dado pela organização do evento.

Dessa forma, podemos também ajudar em todos os processos, desde inscrições, vistoria e avaliação do melhor preço de venda, para que tenha assertividade.

Confira a programação

carros clássicos pouco valorizados dos anos 90

São clássicos, mas são modernos o suficiente para serem confiáveis. Digo até para que seja usado no dia a dia, e ainda assim ser um clássico. Estamos falando dos carros clássicos pouco valorizados dos anos 90.

Quem gosta de carros antigos, quer poder dirigir todos os dias. É um estilo de vida que só os apaixonados por clássicos compreende.

E para isso, com o fim de aguçar ainda mais seu amor pelos carros, separamos carros clássicos da década de 1990, dos quais são possíveis serem usados no dia a dia e, sobretudo, foram pouco valorizados em sua época.

Em nosso estoque há alguns carros da década de 1990.

Carros clássicos pouco valorizados dos anos 90

Sabemos que esses carros são fáceis de operar, modernos e úteis para o dia a dia. Muitos deles surgiram com itens adicionais de segurança. E ainda estão com custo-benefício em boa escala para o comprador. Mas, esta é uma lista para carros fora do país, quem têm um preço mais acessível, sendo passível de importação.

Audi S8 1996, um dos carros clássicos pouco valorizados da década de 1990.

1º Audi S8 1996 – um dos carros clássicos pouco valorizados

Um verdadeiro musculoso V8 europeu, que saiu do Salão do Automóvel e foi direto para as telas do cinema dois anos depois.

O modelo teve participação no filme Ronin, estrelado por Robert De Niro e Jean Reno.

O carro é feito em alumínio, com um motor de 335 cavalos de potência. O S8 perdeu espaço para o BMW M5. Isso tem um ponto positivo para quem busca um esportivo de luxo mais barato.

2º MGF

O carro britânico é equipado com um motor central com suspensão hidrogênica flexível. Foi concorrente direto do MX-5, da Mazda.

Portanto, é um veículo barato para quem quer estilo e segurança.

3º Fiat Coupé Turbo

Design esportivo e rápido. Não é um carro lá tão potente como o nome sugere, mas é rápido.

4º Audi TT

Foi com entusiasmo que os visitantes do Salão do Automóvel recebeu um carro conceito. E foi surpreendente quando o viram nas ruas.

O carro até hoje tem linhas modernas, fazendo dele um veículo atual.

Foi montado sobre a plataforma do VW Golf europeu; é fácil de operar, tem 222 cavalos de potência e muito rápido.

Mas, veja a lista completa aqui.

Joias sobre rodas está de volta na TV britânica

O programa Joias Sobre Rodas (Wheeler Dealers – nome original), está de volta às telas da TV.

Com isso, a nova série foi comemorada pelos fãs. Porque os apresentadores compram, restauram e comemoram alguns dos grandes nomes do automobilismo, tendo iniciado no dia 2 de março.

Veja as melhores joias sobre rodas brasileiras.

Joias Sobre Rodas – o programa

Para nós, Joias Sobre Rodas é o exemplo perfeito de fazer televisão para carros, porque não há drama forçado e prazos tolos. A máxima é: se não vendermos este carro, perdemos o dinheiro. 

Também há muitas informações técnicas interessantes, todas mostradas e explicadas de uma maneira interessante e divertida. 

Se você quiser aprender sobre carros, este é um programa a ser assistido, porque o mecânico Ant Anstead é um gênio nas chaves inglesas e não há trabalho que ele não possa (e não queira) assumir. 

Desde reparos mecânicos simples, até trabalhos técnicos mais detalhados, incluindo diagnóstico. Dessa forma, é possível perceber que é tudo no mundo real. E na era da horrível televisão forçada, a abordagem do Joias Sobre Rodas é refrescante. 

EP 1: BMW M3 2004

O E46 M3 é um clássico que apreciamos com certeza, e é um carro de motorista adequado. Eles dizem: “O auge da BMW é o clássico moderno em linha de 6 cilindros, naturalmente aspirado, que é o E46 M3, a melhor máquina de dirigir final. Mike encontra um com o subquadro já fixo e desafia Ant a transformar a transmissão com novas tecnologias. ”

EP2: Volvo Amazon 122

O Volvo Amazon era um carro extremamente importante. Não só ajudou a colocar a Volvo no mapa do automobilismo, como também foi o primeiro carro a ser oferecido com o cinto de segurança de três pontos, agora obrigatório. Segurança sueca primeiro!

Veja a lista completa de sinopses da temporada do Joias Sobre Rodas.

Fiat 500 da década de 1960 feito totalmente em lego, e em tamanho real

Chamando todos os fãs de Lego! Porque os mestres dinamarqueses de tijolos plásticos entrelaçados têm mais um conjunto para encantar os entusiastas de carros clássicos com o lançamento deste Fiat 500 .

Mas isso não é tudo. Para comemorar, a empresa até construiu um incrível modelo em tamanho real de um Fiat 500 clássico (quase inteiramente) a partir de peças de Lego.

Como você pode imaginar, essa compilação 1: 1 não foi uma tarefa pequena.

Conheça nosso estoque de carros à venda.

Fiat 500 da Lego – especificações

Foram necessários 830 horas-homem para serem concluídos e utiliza 189.032 tijolos, além de um volante Fiat 500 original. O seu peso? 400kg.

E achamos justo dizer que a Lego fez um trabalho fantástico!  Portanto, se deseja ver por si mesmo, é só dar uma passada em Turim.

Kit Lego para o modelo

Voltando ao novíssimo kit Lego Creator Expert Fiat 500…
Este conjunto de 960 peças já está disponível e é baseado no Fiat 500F Legend dos anos 60.

Os detalhes incluem um interior completo, um teto solar funcional, um pneu sobressalente, bagagem e um rack para encaixar e um capô de abertura – em outras palavras, ele está pronto para uma viagem de carro pequena.

Afinal, ele também vem com um cavalete dobrável, uma paleta de artistas e uma foto do carro fora do Coliseu de Roma.

Tem mais de 11 cm de altura, 24 cm de comprimento e 11 cm de largura.

“O Fiat 500 é um ícone automotivo global”, disse o designer de Lego Pierre Normandin. “Vê-lo comemorado na bela cidade de Turim com este incrível novo conjunto de especialistas em criadores e uma construção épica em tamanho real é uma prova de quão amado este carro é.”

“Ao longo de sua história ilustre, o Fiat 500 superou sua manifestação material original para ocupar seu lugar no inconsciente coletivo, tornando-se um ícone internacional”, acrescentou Cristiano Fiorio, chefe de comunicação de marketing de marca da região da FCA EMEA.

“Sabemos bem que o Grupo Lego escolhe produtos icônicos e que o Fiat 500 não é apenas um carro, mas um fenômeno artístico e cultural”.

Ele é vendido por £ 74,99 (R$384, 38 em conversão direta) e já está à venda nas lojas Lego e online .

Escort mexicano: um clássico da ford bem diferente da versão brasileira

Trabalhando na indústria automotiva, circulo com carros todos os dias, mas foram as memórias de infância que alimentaram o desejo de uma Escort mexicano, Mk2.

Observá-los e ouvi-los com música completa em comícios locais deixou uma impressão profunda, mas também houve momentos em família.

Fonte: Classic and Sports Car

Mas, lembro-me vividamente de ir às compras de carro e escolher entre um ex-Merseyside Police Mk2 ou um amarelo 1100 como seu próximo carro.

Veja aqui um modelo do Escort brasileiro.

Escort mexicano

Minha própria pesquisa de escolta ficou séria 30 anos depois, quando minha esposa muito compreensiva me incentivou a perguntar a um senhor idoso, que havia estacionado na próxima bomba de gasolina em seu estoque Escort mexicano, se seu carro poderia estar à venda.

Com isso, entreguei a ele um pedaço de papel com detalhes. Ele disse que havia perdido a conta do número de vezes que as pessoas fizeram o mesmo.

Um artigo da C&SC sobre escoltas sul-africanas, exaltando suas conchas sem ferrugem, me fez pensar em importar uma, mas elas não tinham histórico.

Depois de tentar comprar alguns e ver alguns ruins à venda, comprei um Peugeot 205 Rallye (apresentado na C&SC , janeiro de 2007) enquanto esperava o carro certo.

Com todos os alertas do site definidos, esse México genuíno, mas modificado, apareceu uma tarde. Tendo conhecido o desapontamento antes, fui direto ao telefone e planejei visitar a manhã seguinte. Com instruções estritas da Sra. Bailey para não voltar de mãos vazias, comprei.

Leia a matéria completa.

10 Carros clássicos e incríveis que mudaram o mundo

No evento Retro Classics Sttutgart teve uma enorme diversidade de 10 carros clássicos que são elegíveis hoje em dia como os que mudaram o mundo.

No entanto, ainda hoje alguns continuam a reinar, como é o caso dos Porsches. Mas, voltemos aos clássicos, onde no evento revelaram-se surpreendentes.

10 Carros Clássicos e raros

Realizada na semana passada (27 de fevereiro a 1 de março), o Retro Classics Sttutgart foi uma celebração colorida de carros clássicos – e aqui estão 10 exposições que realmente nos chamam a atenção.

Mas ates, conheça nosso estoque de carros clássicos.

Dito isso, vamos aos modelos de carros clássicos:

1ºBMW 3.0 CSi – o carro clássico dominante

Indiscutivelmente, não há melhor forma para um BMW clássico do que o E9, com seu corpo de duas portas e pilares de janela finos como bolacha. Dessa forma, ele é um dos 10 carros clássicos mais icônicos, com certeza.

Este exemplo exibe um para-choque dianteiro exclusivo e rodas BBS polidas. 

2º Ford Taunus 1961 – um dos 10 carros clássicos

Este veículo é uma mistura do design progressivo alemão da década de 1950 com o clássico americano da montadora.

Embora seus fundamentos tenham nascido de uma geração anterior, seu motor de 1,5 litro poderia impulsioná-lo ao longo das autobahns do dia a 80 km / h.

3º Mercedes-Benz 190E 2.5-16 Evolution II

Não foram construídos muitos desses carros clássicos da montadora. Mas é visível que, seu arco largo é destaque.

Na verdade, construíram apenas 502 unidades, para ser preciso; encontrar um em tão perfeito estado é realmente raro. É equipado com uma enorme asa traseira que se destaca no carro.

4º Alpenwagen 1963 FBW PC35 – também um veículo clássico

Não foram apenas os carros clássicos neste show de Stuttgart, também houve ônibus maravilhosos com os quais você pode se empolgar.

Esta versão de Dysli era usada para transportar passageiros pela região dos Alpes suíços, sem dúvida desfrutando das vistas verticais espetaculares através das janelas curvas e de teto do sulco.

5º Pick-up Volkswagen Tipo 2

Não é todo dia que você vê uma picape VW Tipo 2 transportando um carro de Fórmula Dois dos anos 70, movido a Porsche…

Com as rodas penduradas na borda da cama de várias polegadas, parece incrível e aterrorizante na mesma medida. Uma configuração perfeita para o seu próximo festival histórico?

Para ler a lista completa, acesse o Classic & Sports Car.

Ford Del Rey: o carro mais europeu produzido no Brasil, em sua época

O Ford Del Rey foi um dos melhores carros que a montadora produziu no Brasil entre as décadas de 1980 e 1990.

Dessa forma, ele é o primo rico da “família” do Corcel II, que teve ainda as peruas Belina e Scala e a picape Pampa.

Era um luxuoso sedan médio de quatro ou duas portas (com mais cara de coupé nesta configuração) baseado no Granada MkII, da Ford inglesa, e no Taunus, da Ford alemã.

Com isso, o Ford Del Rey substituiu os mais musculosos, porém envelhecidos, Galaxie e Maverick com uma vantagem bem atraente: bebia muito menos.

Ford Del Rey: especificações

Lançado em 1981 com o velho motor Renault do Corcel, o Ford Del Rey recebeu o econômico CHT 1.6 da Ford em 1984.

Com a fusão da Ford com a Volkswagem, em 1987, que deu origem à Autolatina, adotou em seguida o propulsor AP 1.8 da montadora alemã, mais potente.

Sairia de linha em 1991 com 350 mil unidades vendidas – deixando órfã uma legião de fãs, que até hoje mantém seus exemplares em perfeitas condições.

Está procurando seu carro antigo? Seu carro pode estar aqui, na The Garage.

Um carro amado por brasileiros e sua época

Em suas versões mais refinadas incorporava equipamentos de conforto ainda raros em automóveis brasileiros da época, como direção hidráulica, ar condicionado, vidros elétricos.

Veio com mimos muito apreciados também, como o relógio digital azul no console de teto e o veludo nos bancos.

Mas, se não tinha as dimensões superlativas do Galaxie, tampouco a esportividade do Maverick GT V8 (equipado com o célebre “motor canadense” 302), nem por isso o Ford Del Rey foi considerado menos interessante. Por dez anos, reinou como um dos mais desejados automóveis do país.

Dotado de uma suspensão extremamente macia, que o tornava quase perigoso em estradas sinuosas de serras, o Del Rey seduzia os usuários com mais de 40 anos principalmente pelo conforto.

Impressionante era a leveza da direção e dos pedais de freio e embreagem. E o silêncio.

Às vezes, ao parar em um sinal, era preciso conferir o painel para se ter certeza de que o motor ainda estava ligado. Hoje, com o formidável avanço tecnológico da indústria automobilística, tudo isso pode parecer bobagem.

Mas, em um tempo de carros duros e barulhentos, como quase toda a linha air cooled da Volkswagen, a suavidade do Del Rey marcou época.

Leia este artigo completo no Jornal dos Clássicos.

Salão de genebra 90º é cancelado por ameaça do corona vírus

Os estandes estão quase prontos, mas uma decisão tomada sexta-feira pelo Conselho Federal da Suíça significa que o 90º Salão de Genebra não ocorrerá.

Eles determinaram que nenhum evento envolvendo mais de 1.000 pessoas será permitido na Suíça até 15 de março, que seria o último dia do show.

“Lamentamos essa situação, mas a saúde de todos os envolvidos é uma prioridade absoluta para nós e nossos expositores”, disse Maurice Turrettini, presidente do conselho de administração da feira, em um comunicado. “Este é um caso de força maior . “

Veja oferta na The Garage.

Salão de Genebra estaria em sua 90º edição

“Para os expositores que são enormes em sua presença, investir no Salão de Genebra é uma perda enorme, mas estamos confiantes de que todos os afetados entenderão essa decisão e agradecemos a todos que trabalharam para implementar esta 90ª edição. O GIMS 2020 poderia ter sido um grande evento. ”

Os funcionários da feira disseram que a construção dos vários e frequentemente imensos estandes de montadoras de automóveis estava quase concluída. Em uma entrevista coletiva há uma semana, os funcionários do programa disseram que não havia nada que sugerisse que o programa deveria ser adiado.

No entanto, isso mudou com as primeiras doenças confirmadas pelo coronavírus na Suíça e levou à decisão da decisão do Conselho Federal.

“O desmantelamento deve agora ser organizado”, disseram autoridades em comunicado. “As consequências financeiras do Salão de Genebra para todos os envolvidos no evento são significativas e serão avaliadas nas próximas semanas. Uma coisa é certa: os ingressos vendidos para o evento serão reembolsados. Os organizadores fornecerão informações sobre o procedimento em seu site o mais rápido possível. ”

Entre as principais revelações de carros novos que estavam agendadas para a 90ª edição de um dos maiores espetáculos de automóveis do mundo, estava o Volkswagen Golf GTI de 8ª geração, o Ami elétrico da Citroen, o Ami elétrico da Citroen, o carro-conceito Apex AP-0, o Bentley Mulliner Bacalar de 2 lugares , a Pininfarina Battista, a Hispano Suiza Carmen Boulogne de alto desempenho, o novo Skoda Octavia, o DS Aero Sport Lounge, o Rinspeed MetroSnap, o hipercarro Czinger 21C e muitos outros.

Saiba mais na fonte: Journal Classic Cars.

O que é antigomobilismo – conheça o estilo de vida

Estilo de vida é algo que muitos de nós gostaríamos de ter. Mas, enquanto alguns têm estilos de roupas e cortes de cabelo, que retratam um conceito histórico ligados à moda, há um outro grupo de pessoas emergentes: os antigomobilistas. Pois é, neste post você descobrirá quem são essas pessoas e o que é antigomobilismo.

Mas, além disso, neste post você vai descobrir tudo sobre o estilo de vida dos apaixonados por carros antigos, o que é antigomobilismo no Brasil, as boas práticas do antigomobilista e o que fazer para se tornar um antigomobilista.

Toronado. Foto: The Garage.

O que é antigomobilismo no Brasil

Em todos os anos no Brasil mais pessoas surgem com olhares apaixonados sobre os carros de outrora. Carros que remontam uma história antes da Guerra e pós-Guerra Mundial.

Mas, sobretudo, os brasileiros têm muitas referências pelos muscle cars norte-americanos. Esses carros desenvolvidos pela indústria dos Estados Unidos, nos quais podiam demonstrar superioridade de matérias primas e em potência.

Com isso, pelo passar das décadas, uma geração de construtores de carros aqui no Brasil tiveram a preferência por motores cada vez mais potentes.

Mustang. Foto: The Garage.

No entanto, o que é antigomobilismo no Brasil? É uma geração que revive a época, seja no estilo de vida, preservando a história do carro da época; as cores, a originalidade, os passeios… e, sobretudo, a restauração dos carros com o fim de manter viva sua história.

Por isso, todos os anos surgem pessoas com o sonho de conquistar um carro antigo, manter a originalidade e praticar o comércio sobre esses carros. Isso é ser um antigomobilista.

E pegando esse gancho, vamos falar o sobre:

As boas práticas do antigomobilista

Exatamente como falamos acima, o antigomobilista é alguém que escolhe preservar historicamente o estilo e período dos carros antigos.

Consequente, essa prática consiste em buscar a originalidade de um carro de época, participar de um clube voltado aos carros antigos, estudar sobre restauração de carros e praticar o comércio honesto.

Ou seja, o antigomobilista precisa aprender sobre curadoria, termos técnicos sobre peças e funcionalidades dos veículos. Por exemplo, não é de duvidar de que a casa do apaixonado por antigomobilismo também é cheia de objetos antigos de qualquer época. Muitos até decoram as casas com peças de carros.

Como me tornar um antigomobilista

Primeira atitude a tomar para ser um antigomibilista e saber de fato o que é antigomobilismo, é ir a eventos de exposição de carros antigos.

É o mesmo princípio sobre ser motoqueiro e motociclista. O primeiro é o profissional que trabalha com a moto. O segundo é aquele que vive o estilo, que só pilota moto, que viaja de moto e que participa de um moto clube.

Portanto, além de eventos de carros antigos, compre o seu carro antigo. Reserve dinheiro para comprá-lo e, princialmente, se associe a um clube de carros antigos.

Nele você receberá orientações, participará de passeios, terá portas abertas para negócios relacionados e não relacionados a carros antigos.

Quer saber mais sobre o que é antigomobilismo? Venha conhecer a The Garage. Chame no WhatsApp para a agendar uma visita e conhecer os carros da garagem secreta no centro de São Paulo.

The Garage – Seu carro está por aqui. Descubra.

dicas de como comprar seu primeiro carro antigo

Você já escutou o ditado “as coisas melhoram com o tempo”. Neste caso, nosso assunto tem tudo a ver com a frase. Mesmo porque muitos gostariam de saber como comprar seu primeiro carro antigo.

Portanto, traremos dicas para que consiga encontrar um carro antigo em boas condições, porque nesse ramo, além da paixão, o dinheiro é importante.

Dessa forma, saber observar alguns detalhes iniciais, como o estado da lataria, mecânica e documentação irá prevenir muita dor de cabeça e altos gastos.

Como comprar seu primeiro carro antigo

Há razões para crermos que um carro antigo é considerado um clássico dado alguns poréns, e isso está diretamente ligado ao apelo e entusiasmo das pessoas, teste do tempo, raridade e ser ou não representante de uma inovação em seu tempo.

Com isso, saber como comprar seu primeiro carro antigo é uma arte, pois um veículo em boas condições requer muita habilidade de observação e aprendizado histórico.

Dicas de como comprar seu primeiro carro antigo

O primeiro passo é definir um orçamento. Sim, tem tudo a ver com dinheiro. Antes de colocar a paixão acima de tudo nesses momentos, você precisa compreender que comprar seu primeiro carro antigo é um negócio.

Orçamento

Por isso, definir um orçamento lhe poupará tempo na procura do veículo. A procura por um carro é uma arte e requer muita habilidade do comprador.

É imprescindível calcular seus gastos mensais primeiramente. Há os custos fixos, os eventuais… Um dos casos mais comuns são os gastos com estacionamento, caso você não tenha como guardá-lo em sua residência.

Calcule também as taxas adicionais, como impostos.

Escolha do veículo

A segunda dica é: agora sim, procure por seu carro antigo. É claro, após definir se o carro em questão está dentro do seu orçamento inicial.

Nestes casos a preferência pelo veículo é mais emocional do que racional para alguns. Mas procure por um carro dentro da sua paixão, sim, mas por uma unidade que cabe no orçamento.

Essa procura pode ser desgastante ou prazerosa. Você mesmo define a melhor opção. Todos os carros vêm com alegrias e alguns problemas. Mas, atente-se para isso: algumas marcas e modelos têm um histórico de problemas que você deve evitar. Mesmo que o carro seja a sua paixão.

Localização e ajuda necessária

A terceira dica é: já concluiu a procura? Aonde o carro está localizado?

Dessa forma, se o carro estiver fora da cidade ou estado, é preciso marcar a visita ao local. Mas ela está dentro do orçamento? Haverá custos com viagens, alimentação e hospedagem. Além de dinheiro, o tempo deve ser levado em conta.

Para isso, tendo a importância de estar lá para ver o carro pessoalmente para a avaliação, pesquise se não é mais barato contratar algum especialista em vistoria nesses tipos de carros lá da cidade mesmo.

Esta estratégia lhe poupará custos, com certeza. O avaliador lhe enviará fotografias com enquadramento amplo.

Reposição de peças

Quarta dica é sobre a manutenção dos carros antigos. Analise logo no início da sua empreitada se o veículo tem reposição de peças com facilidade no mercado.

Há muitos carros que são deslumbrantes à primeira vista, mas com enorme dificuldades para encontrar peças.

Com isso, se o carro que deseja investir tiver alguma dificuldade no mercado, procure por contatos que possam lhe ajudar na importação de peças.

Mas, se a ideia é talvez conter gastos na compra do seu primeiro carro antigo, repense no modelo do veículo.

Quer mais dicas sobre como comprar seu primeiro carro antigo? Deixe sua mensagem abaixo ou entre em contato pelo WhatsApp.

Chevrolet Impala tem sua produção encerrada

Encerra hoje (28) a produção do Chevrolet Impala, um carro que marcou uma geração inteira ao ser lançado em 1957.

Portanto, neste momento, a última unidade sedã está sendo concluída na planta de Detroit, Estados Unidos.

Essa mesma planta de Detroit está na lista também de encerramento da atividades, direcionada pela General Motors em novembro de 2018. A decisão foi tomada após uma queda de 25,5% nas vendas.

Veja também: Blackhawk é apenas 16 no mundo agora.

Chevrolet Impala – motivos para encerramento do modelo

“Assim como o Impala evoluiu ao longo dos anos, o mercado mudou dramaticamente e a demanda por sedãs diminuiu. Então, nos ajustamos para atender às necessidades dos clientes”, disse Steve Majoroso, vice-presidente de marketing da Chevrolet, ao The Detroit News.

Mesmo assim, em 2019 a quantidade de Impala caiu para menos de 45 mil unidades vendidas.

O Chevrolet Impala começou a ser produzido em 1957, e teve um hiato; uma pausa entre 1985 e 1994.

Em 1996 o Impala voltou a ser produzido até agora, onde a última unidade sai da fábrica para marcar o fim de uma lenda.

Blackhawks: carros preferidos das celebridades são apenas 16 agora

Um Pontiac deve continuar sendo um Pontiac? Talvez esta foi a pergunta que Virgil Exner fez a si ao olhar os muscle cars norte-americanos; e então resolveu iniciar um projeto épico. Se tornou o projetista do Stutz Blackhawk, já sendo o ex-chefe de estilo da Chrysler.


À venda: Pontiac GTO 1966.


O Pick of the Day é um Stutz Blackhawk de 1971 que é um dos únicos 16 exemplos sobreviventes, de acordo com o revendedor de St. Louis que anuncia o carro no ClassicCars.com . 

Notícia no mundo sobre carros antigos: Slutz Blackhawk, carro estilizado por Virgil Exner, ex-chefe de design da Chrysler.
Um dos últimos Blackhawks, estilizado pelo ex-chefe de design da Chrysler, Virgil Exner. Crédito: ClassicCars.com

Veja também: Nunca desista do seu sonho de ter um Mustang.


“Após uma partida amarga da Chrysler em 1962, ele atuou como consultor e trabalhou em projetos pessoais”, diz o revendedor da Exner. “Em meados da década de 1960, a Exner projetou uma série de ‘Revival Cars’, que eram suas interpretações de automóveis da era clássica extintos, incluindo Mercer, Duesenberg, Bugatti, Pierce-Arrow, Packard e Stutz.”

Motor Pontiac do Slutz Blackhawk.
Motor do Stutz Blackhawk.

O carro das celebridades em sua época, sendo um deles Al Pacino e Elvis Presley, por exemplo.

Aliás, um modelo na cor preta foi o último veículo conduzido por Elvis.

Consta, também, que o xá do Irã comprou 12 unidades para si. O que poderia ser exagero, mas se tratando do luxo e beleza, é possível.

Fonte: Journal Classic Cars

BMW 2002 Turbo: um dos mais raros está à venda após 17 anos escondido

Os anos 60 foram o período em que a oferta de automóveis alemães refletia o mood pós-guerra. Por outras palavras, isto significa que todos os carros tinham uma cara aborrecida e séria. E foi neste conceito que nasce o BMW 2002 Turbo. Ok, eram carros seguros e confiáveis mas não havia muito mais para além disso.

Neste período, a BMW coloca-se na dianteira do mercado de automóveis com o 1500, o primeiro modelo inovador, por ser espaçoso e confiável. Conclusão, a partir do BMW 1500, surgiram os modelos 1600, 1602 e todas as versões do 2002 ti, tii e Turbo.

O BMW 2002 Turbo obteve, sem dúvida, o maior destaque e já vos explicamos porquê… Imaginem, na altura dos anos 70, o 2002 Turbo contrariava todas as convenções até então estabelecidas. Pesava menos de 900 kg e possuía 170cv. O motor era um quatro cilindros alimentado por um turbo KKK a 0,55 bar e injeção mecânica Kugelfischer.

BMW 2002 Turbo

Pois bem, apenas 1672 unidades desta máquina foram construídas e a boa notícia é que há um BMW 2002 Turbo destes à venda! A máquina foi restaurada no início dos anos 90 e esteve devidamente guardada nos últimos 17 anos. Já  agora, de volta à estrada e pronto para um novo proprietário, este 2002 Turbo é um dos melhores exemplares disponíveis.

Saiba mais aqui.

BMW na The Garage

Nós aqui da The Garage somos apaixonados pela BMW 2002 Turbo, e por carros alemães, como a Porsche.

Mande sua sugestão: quais carros você gostaria de ver por aqui, sendo comentado pela equipe, porque temos novidades sendo preparadas aos nossos leitores.

Nos siga também no Instagram!

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe este post em suas redes sociais e com amigos.

Mais carros raros por aqui em breve.

The Garage – Seu carro está por aqui. Descubra.

DeTomaso Pantera 1973 vai a leilão pelo único dono

O DeTomaso Pantera 1973 foi comprado novo por seu atual proprietário em Murphy Lincoln-Mercury de Long Beach, Califórnia. O carro esteve em uso regularmente até 2005, quando foi colocado em armazenamento pelos próximos 10 anos. 

No entanto, a energia é fornecida por um Cleveland V8 351ci que foi modificado com cabeças de cilindro Edelbrock Performer, uma árvore de cames Comp e balancins Magnum, um carburador AVS e ignição eletrônica e está emparelhado com uma transmissão manual de cinco velocidades. 

Veja mais sobre leilão.

DeTomaso Pantera à venda

No entanto, uma manutenção foi preciso em 2015 no DeTomaso Pantera, que incluiu a remoção do motor para instalar o equipamento mencionado, juntamente com uma nova corrente de distribuição, vedações do motor, embreagem, radiador de alumínio e componentes de ignição. 

E as pinças de freio dianteiras do DeTomaso Pantera também foram substituídas, o tanque de combustível foi reformado e outros itens abordados. Este Pantera mostra 30 mil milhas e é oferecido pelo vendedor em nome de seu proprietário original com um adesivo de janela.

Condições do Pantera

Este modelo Lusso é terminado em prata e apresenta pára-choques emborrachados, faróis pop-up, lanternas traseiras de especificações europeias e uma represa e um separador de ar dianteiro de substituição que foram instalados em 2015, juntamente com novos amortecedores nas duas portas. O vendedor do DeTomaso Pantera afirma que a pintura no teto está desbotada, a porta esquerda mostra um arranhão e o pára-choque dianteiro esquerdo é arranhado.

As rodas Campagnolo de largura escalonada de 15 ″ usam as tampas centrais GTS e os pneus Pirelli Cinturato P7, que são considerados mais antigos e precisam de substituição. Duas rodas mostram descamação no acabamento pintado. Os rolamentos das rodas dianteiras, as pinças de freio e as pastilhas foram substituídos, os rotores ressurgiram e as linhas de freio de aço inoxidável foram adicionadas em 2015.

Fonte: Bring a Trailer.

Carros Antigos no Campo de Marte – encontro e exposição

Aconteceu no último sábado e domingo (8 e 9) o 2º Encontro e Exposição de Carros Antigos no Campo de Marte, que contou com mais xx visitantes, além de mais de mil veículos de expositores e vendedores.

Debaixo de céu aberto; em um dia claro, foi encontro de carros antigos de mais sucesso , comparado ao seu primeiro ano, em 2019. Um oásis aos antigomobilistas.

Vale a pena ressaltar que a qualidade e a organização dos responsáveis pelo encontro e exposição desses carros foi superior ao ano anterior.

Carros Antigos no Campo de Marte – para visitantes

Neste ano os carros antigos deixaram de ser a paixão apenas de colecionadores. Ou apenas uma atividade masculina.

Este encontro esteve recheado de famílias inteiras; esposas e filhos dos entusiastas e colecionadores demonstrando euforia pelas máquinas.

A entrada foi totalmente gratuita para, que puderam levar amigos, famílias, cachorros e afins.

Carros antigos no Campo de Marte. Foto: The Garage

Expositores

O Encontro e Exposição de Carros Antigos no Campo de Marte de 2020 trouxe variedades de expositores, que foram além dos carros antigos.

As peças de carros vindas de fora do país e antiguidades trouxeram mais charme no evento.

Tudo isso com baixo custo para a categoria, que teve a oportunidade de apresentar sua marca em stands montados.

Os expositores de veículos pagaram apenas R$30 por carro.

Já os vendedores, pagaram apenas R$50 por carro. Ótimo custo-benefício para venda de seus carros e uma boa oportunidade de levar a marca da sua loja para possíveis compradores no futuro.

Mustang no Encontro e Exposto no Campo de Marte. Foto: The Garage

Leilão

No primeiro dia, sábado (8), aconteceu o leilão do Encontro e Exposição de Carros Antigos Campo de Marte.

A partir das 16h teve início o leilão, e durou mais de 6 horas. Na ocasião foram arrematados alguns carros raros com altos valores.

O Encontro e Exposição foi um evento realizado em prol da Fundação Rotária.

A organização é mantida pelo Rotary Internacional, responsável por contribuir no combate à pobreza e iniciativas de melhoria da educação e saúde.

Porsche Classic já tem peças impressas em 3D

A evolução incessante das impressoras 3D abre caminho para resolver uma das grandes dificuldades relativas ao restauro e manutenção dos veículos clássicos: a obtenção de peças de substituição.

A Porsche, com o seu departamento para clássicos, está na vanguarda desta solução, que dispensa a necessidade de produzir centenas ou milhares de unidades para baixar o custo unitário.

Com a tecnologia das impressoras 3D, os construtores podem imprimir a peça em falta, por encomenda, de forma muito mais eficiente, dispensando uma linha de montagem e de armazenamento.

A Porsche Classic, que conta com um catálogo de cerca de 52 000 peças, afirma que, a partir de agora, uma peça que não esteja em stock pode ser rapidamente produzida numa impressora 3D.

Neste momento, a Porsche já aplica esta tecnologia em nove peças, incluíndo o mecanismo de libertação da embreagem do Porsche 959. Estes componentes são produzidos em aço ou alumínio, com processos de fundição por laser, e em plástico, utilizando uma impressora SLS.

O sucesso desta iniciativa levou a que o programa fosse alargado para mais vinte peças, cujo processo de fabrico através deste método está agora a ser investigado.

Segundo o departamento clássico da marca germânica “Todas as pelas são sujeitas pelo menos aos mesmos requisitos de qualidade apresentados na produção, mas apresentam quase sempre padrões mais elevados. A precisão em termos de dimensões e funcionamento, é testada com a peça montada e apresenta resistência a todo o tipo de óleos, combustíveis, ácidos e luz.”

Vários construtores automóveis estão adoptar a impressão 3D nos seus métodos de produção, uma tendência que certamente se irá intensificar no futuro.

Mercedes-Benz clássicos do caso BPN à venda por 8 milhões de euros

Seis das Mercedes-Benz que apareciam associadas à empresa RO Classic, de Ricardo Oliveira, acionista do BPN – cinco das quais, não vendidas no leilão da RM Auctions, em 8 de Setembro de 2013 – foram agora colocadas à venda num site dedicado a colecionadores de itens da Segunda Guerra Mundial.

Aos cinco lotes por vender, juntou-se um outro, que tinha anteriormente sido identificado como o “Carro do Hitler”, avaliado por algumas fontes em cerca de quatro milhões de euros, mas que acabou por não integrar os lotes do referido leilão, há quatro anos.

Trata-se de um Mercedes-Benz 320 Cabrio E Pullman, de 1939, utilizado em paradas militares, com toda a parafernália nazi, como bandeiras e outros símbolos, equipado com uma segunda velocidade que lhe permite manter indefinidamente uma velocidade de 20 km/h. Nunca vimos qualquer prova de que Adolf Hitler tivesse utilizado este veículo, já que, desde 1937, era habitual que se deslocasse em diversos Mercedes-Benz 770 “Grösser”, o modelo mais dispendioso da marca alemã. A existência deste “Nazi Staffcar” era conhecida à data do leilão, mas o veículo desapareceu de circulação na altura, reaparecendo agora, na companhia dos outros cinco companheiros da colecção de Ricardo Oliveira.

O conjunto de seis automóveis aparece à venda no site “Milweb”, especializado em artigos coleccionáveis da Segunda Guerra Mundial, graças à ligação do Mercedes-Benz 320 às altas patentes nazis.

O vendedor, identificado como Marco Killian e com uma bandeira holandesa associada ao seu nome, confirmou que cinco dos automóveis têm documentos portugueses (o único que não tem documentação portuguesa é o Benz 8/20, de 1913), mas pertencem a uma “holding”, que não quis identificar.

O vendedor indica ainda que os veículos serão vendidos apenas em conjunto. O preço inicialmente pedido era de 8,5 milhões de euros, tendo baixado numa segunda versão do anúncio, para 8 milhões de euros. Killian afirma também que o contrato de transmissão de propriedade será tratado através de um “advogado autorizado, garantindo a segurança de ambas as partes”, uma referência pouco habitual num anúncio de venda de automóveis.

Os outros cinco automóveis faziam parte de um grupo de nove lotes não vendidos naquela que foi apresentada a derradeira colecção Mercedes-Benz, a “Ultimate Mercedes-Benz Collection”, da responsabilidade da RM Auctions (hoje RM Sotheby’s), a 8 de Setembro desse ano.

O mais antigo é um Benz 8/20 Rennwagen, de 1913, cuja estimativa no leilão era de entre 200 a 300 mil libras e cujo lance mais alto foi de 110 mil libras (131 mil euros)

Um Mercedes-Benz 15/70/100 HP Tourer, de 1925, que não tinha sido vendido apesar de ter chegado às 230 000 libras (273 mil euros) – A estimativa era de entre 300 e 400 mil libras.

Também o Mercedes-Benz 540 K Cabriolet A, de 1938, que falhou a venda em Londres, apesar de a licitação ter chegado a 1,4 milhões de libras, o equivalente na altura a 1,66 milhões de euros. A estimativa apontava entre 1,5 e 2 milhões de libras.

Um Mercedes-Benz 170 S coupé, de 1951, o único exemplar conhecido com esta carroçaria, tinha um valor estimado entre 250 e 300 mil libras, mas recebeu apenas uma oferta de 145 mil libras (172 mil euros)

Do mesmo ano é o Mercedes-Benz 220 coupé protótipo, que teve como melhor oferta 230 000 libras (273 mill euros) abaixo da estimativa 250-300 mil libras.

Esta colecção foi reunida em Portugal, entre 2005 e 2010, por Ricardo Oliveira, um dos maiores accionistas privados do BPN/SLN e angariador de negócios para o banco, que foi nacionalizado em 2010.

Após a constituição de Ricardo Oliveira como arguido no chamado processo BPN, soube-se que mais de 70 automóveis da sua colecção tinham sido enviados para Inglaterra, onde foram colocados no referido leilão da RM Auctions.

Apesar de ter rendido quase 11,5 milhões de euros, com as comissões (excluíndo os nove lotes não vendidos, cinco dos quais enquadrados agora neste anúncio), o valor foi considerado baixo, já que as estimativas apontavam para um valor global compreendido entre os 16 e os 20 milhões de euros.

Foi noticiado na altura por diversos meios de comunicação que uma providencia cautelar, interposta pela Parvalorem, empresa que gere os ativos tóxicos do BPN, teria arrestado o valor da venda e os automóveis não vendidos.

Em Maio deste ano, um colectivo de juízes do tribunal de Lisboa absolveu Ricardo Oliveira e outros arguidos de um dos processos de que era arguido no âmbito do processo BPN.

Outlaw Tracker: A Bicicleta Elétrica Inspirada no Porsche 356

O nome Rod Emory pode até ser desconhecido para a maioria dos fanáticos do ciclismo, mas para os coleccionadores Porsche é certamente um rosto popular. Especialista em clássicos Porsche, Emory foi contactado pela Vintage Electric, uma marca californiana de bicicletas eléctricas com personalidade, para desenhar um novo modelo totalmente inspirado na sua paixão: o modelo 356. Emory ficou famoso pela preparação e personalização que realiza nos Porsche 356.

Assim nasceu a “Outlaw Tracker”, uma bicicleta eléctrica que mistura a elegância das formas do famoso 356, com um desempenho 100 por cento ecológico. Disponível nas versões de estrada (limitada a 30 km/h) e race (limitada a 55 km/h), a Outlaw Tracker utiliza um quadro moldado em alumínio, pneus Schwalve Fat Frank, e um selim Brooks de aspecto clássico para impressionar o maior dos coleccionandores. A pintura na tonalidade Carrera Silver evoca alguns dos melhores 356 alguma vez produzidos 

A Outlaw Tracker pode ser adquirida através deste site. O preço começa nos 6 995 dólares, mas é possível personalizar o seu exemplar com malas de viagem, por mais um punhado de dólares.

Os 8 Clássicos mais Populares no Instagram

A Autonation, rede de concessionárias americanas, efetuou um estudo onde analisou mais de 190 mil fotos publicadas no Instagram, com o objectivo de identificar quais os automóveis mais mencionados através das hashtags #classiccar e #carshow.

Percorra a nossa galeria e saiba qual foi o resultado!

1.Ford Mustang – O icônico modelo da Ford foi o grande vencedor desta lista, destacando-se por aparecer em 25% das fotos analisadas.

Ford Mustang

2. Chevrolet Corvette – A Chevrolet domina claramente esta lista. Surge em segundo lugar com o Corvette, que aparece em 13% das publicações.

Chevrolet Corvette

3. Pontiac GTO – e o Pontiac GTO. Os dois clássicos partilham a percentagem de 11% dos hashtags.

Pontiac GTO

3. Chevrolet Camaro – A terceira posição também está divida pelo Camaro da Chevrolet.

Chevrolet Camaro

4. Chevrolet Impala – …e a outra é o Impala, ambos com 7% das publicações.

Chevrolet Impala

4. Chevrolet Bel Air – No quarto lugar encontramos duas máquinas com percentagens empatadas: uma delas é o Bel Air.

Chevrolet Bel Air Wallpaper

5. Chevrolet Chevelle – A Chevrolet volta a surgir desta vez com 5% para o modelo Chevelle

Chevrolet Chevelle

6. Chevrolet Nova – Em último lugar desta lista encontramos o Chevrolet Nova, apenas com a percentagem de 3% das publicações analisadas.

Chevrolet Nova

As Ferraris Mais Estranhas da História

Ferrari 408 4RM

Se acha que o FF foi a primeira Ferrari com tração nas quatro rodas, engane-se. Em 1987 a Ferrari criou o 408 4RM, um estudo desenvolvido para testar um complexo sistema hidráulico de tração nas quatro rodas, que culminou neste bizarro modelo. O automóvel não era bonito, nem o sistema funcionava bem. Felizmente, só produziram duas unidades, estando uma delas atualmente na Galleria Ferrari.

Ferrari Rainbow

Intitulado “Rainbow” e montado em cima do chassis do 308 GT4, esta Ferrari teve o seu design assinado pela casa Bertone, que tentou dar um look moderno e de acordo com o que seria um automóvel do futuro no anos 70. Uma das suas características mais curiosas era o hardop, que reclinando 90º, desaparecia por entre a parte detrás dos bancos e o motor, uma inovação muito à frente do seu tempo.

Ferrari 365 GTC / 4 Beach Car by Felber

Ferrari 365

Sim, uma Ferrari que parece ter sido feita para andar na praia. Esta 365 GTC/4, sem portas e com um ar de buggy, teve o seu design assinado pela Michelotti e a carroçaria produzida pela Felber, para ser apresentada no Salão Automóvel de Genebra de 1976. Pode ter sido feita para as dunas, mas com um motor V12 de 320 CV, não deixa de estar imbuído do espírito Ferrari.

Ferrari 166 MM Zagato Panoramica

Ferrari 166 MM

O 166MM Panoramica consegue ser feio e bonito ao mesmo tempo. Este modelo, que marca a primeira colaboração entre a Ferrari e a Zagato, é também o primeiro modelo Coupé da marca, tendo surgido pela exigência dos clientes de terem carroçaria Zagato mais leves para os seus novos Ferraris. Apenas um foi construído, e, tal como se fazia na época, rapidamente foi redesenhado em nome da competição.

Ferrari Sigma by Pininfarina

Ferrari Sigma

No final dos anos 60, ser piloto equiparava-se a um gladiador, e as mortes estavam a se tornar comuns na Fórmula 1. Para tentar estancar estas fatalidades, a Pininfarina juntou-se à Revue Automobile e desenharam este protótipo criado à volta do chassis do Ferrari 312 e equipado com um motor V12. Apresentado em 1969, o Sigma nunca foi criado com o verdadeiro propósito de correr mas sim de ser usado como estudo para desenvolver novas medidas e standards de segurança automóvel.

Ferrari Mondial T PPG Pace Car

Ferrari Mondial

Baseado na Ferrari Mondial, este modelo foi criado para servir de safety car na PPG Indy Car World Series no final dos anos 80. Construído pela Ferrari com o design do I.DE.A Institute, foi apresentado em 1989 no Champion Spark Plugs 300 em Laguna Seca. Originalmente custava um milhão de dólares, mas em 2004 a leiloeira Christie’s vendeu um exemplar por uns meros €70.500.

Ferrari 360 Barchetta

Ferrari 360 Barchetta

Gianni Agnelli mandou construir esta Ferrari 360 Spider em estilo de Barchetta para oferecer como presente de casamento a Luca di Montezemolo, por isso sim, só existe um exemplar. E aparentemente Luca nunca soube da existência deste modelo pois Agnelli fez todos os esforços para o manter em segredo até ao dia do casamento, para o poder surpreender com o presente.

Ferrari Pinin by Pininfarina

Ferrari Pinin

Apesar de ser apenas um automóvel conceitual, o Pinin é o único quatro portas alguma vez construído pela Ferrari, se não contarmos com as encomendas particulares dos 456 saloon. Desenhado pela Pininfarina para o Motor show de Turim de 1980, daí o nome Pinin, como tributo ao seu fundador Battista “Pinin” Farina, este protótipo foi criado para assinar o 50º aniversário do lendário atelier de design italiano. Enzo Ferrari ainda ponderou produzir o automóvel, mas a ideia caiu por terra, existindo apenas um exemplar.

Ferrari 330 GT Speciale by Vignale

Ferrari 330 GT

Fredo Vignale era o homem responsável pela concretização da visão de Luigi Chinetti, o importador da Ferrari nos EUA, para uma versão shooting brake do luxuoso Ferrari 330 GT 2+2 no final dos anos 60. Vignale viria a morrer pouco depois, em 1969, sendo esta a sua última criação.

Ferrari GG 50 by Giugiaro

Ferrari GG 50

Baseado no 612 Scaglietti, o Ferrari GG 50 foi desenhado por Giorgetto Giugiaro em 2005 para assinar o seu 50º aniversário em design automóvel. Apresentado no salão de Tóquio em 2005, este automóvel conta com muitas modificações inspiradas na Fórmula 1.

As Cinco Asas Traseiras e Spoilers mais Selvagens da Porsche

As asas traseiras e spoilers surgem nos mais variados formatos e tamanhos, no entanto todos eles têm dois aspectos em comum: melhorar a aerodinâmica e aumentar o apoio aerodinâmico.

Neste episódio da série “Porsche Top 5” apresentamos-lhe os modelos mais selvagens da marca. Assista a este vídeo para ficar a saber quais são os automóveis desta lista.

Ferrari F50 que Foi de Mike Tyson Vai a Leilão

Há leilões e leilões. Não é todos os dias que se têm a oportunidade de comprar um carro que já pertenceu aquele que é considerado um dos maiores boxeadores de todos os tempos. Falamos de Mike Tyson e da sua ex-Ferrari F50, de 1995. O super-esportivo que vai a leilão na Sotheby’s é o 73º dos únicas 349 produzidas.

No que toca a distribuir pancada, pelo visto, o campeão do mundo de pesos-pesados limitava-se a fazê-lo dentro do ringue. É que esta Ferrari F50 está em perfeito estado de conservação, apesar dos seus 22 anos (tem pouco mais de 9 mil km rodados). Agora, vamos ao que interessa: números. Esta menina traz um motor V12, de 4,7 Litros, com 520 cavalos, e é capaz de atingir os 325 km/h. Precisa de apenas 3,6 segundos para ir dos 0 aos 100 km/h. O valor de mercado da F50 ronda os 750,000 dólares, mas, tendo passado pelas mãos de Mike Tyson, o caso muda de figura. A estimativa é que seja leiloada entre os 2,2 milhões de dólares (cerca de 2 milhões de euros) e os 2,4 milhões de dólares (cerca de 2,2 milhões de euros). Certificado de clássicos da Ferrari incluído!

O leilão irá ocorrer 11 de março, aqui.

Ferrari Mike Tyson

Ferrari Mike Tyson

Ferrari Mike Tyson

Ferrari Mike Tyson

Ferrari Dino 246 GTS de Ross Brawn é arrematada em leilão

Esta rara Ferrari Dino 246 GTS 1974 foi vendida por US$ 740 mil. Com apenas 38.000 km rodados, está pintada da cor ‘Bianco Polo Park’, tem rodas Campagnolo aro 15, interior impecável com assentos de couro preto ‘Daytona’. Além de tudo isto, já pertenceu a Ross Brawn, engenheiro de automobilismo e ex-chefe da equipe de corrida da Mercedes-Benz, atualmente diretor esportivo da Fórmula 1. Esta Ferrari Dino 246 GTS de 1974 é um dos clássicos super raros  alem de ter volante do lado direito  (uma das doze unidades produzidas).

A Hexagon Classics leva agora a leilão este clássico muito especial, avaliado em cerca de 700.000 euros. O automóvel apresenta um elevado estado de conservação e vem com um manual de instruções original e um certificado Ferrari Chassiche, que assegura a qualidade do mesmo.

Paul Michaels, presidente da Hexagon Classics, destacou a importância deste automóvel. “É realmente uma Dino muito especial. Além de ter pertencido a Ross Brawn, é um dos mais raros do mundo. O pacote de rodas, que veio de fábrica, é altamente desejável e é uma adição estonteante a um automóvel incrível”.

Quanto à mecânica, possui um motor V8 de 2.4 litros com 197 CV, capaz de alcançar os 235 km/h.

De acordo com o anúncio feito pela Hexagon, o preço de US$ 740 mil, cerca de R$ 2,3 milhões, é justificado pela história automóvel, por sua baixa quilometragem, com apenas 38 mil quilômetros rodados, e pelos bancos de couro pretor e exterior em Bianco Polo Park.

1980 Porsche 911 3.0 Targa

Nessa semana a The Garage Service teve o orgulho de cuidar dessa bela maquina, nada mais nada menos que uma Porsche 911 Targa  1980 com motor 3.0 esse exemplar foi importado dos USA a 6 anos atrás e feito uma restauração completa “Sub Frame restauration”.

O carro foi colocado na lata feito funilaria completa e pintada de Azul Bugatti.

Porsche 911 Targa

Sua mecânica foi retirada do carro e inteira refeita com peças originais Porsche e montada por mecânico especializado da marca. Foi instalada uma injeção trazendo alguns cavalos a mais e deixando o carro liso de andar.

Seu escapamento é de inox e tem um som único e emocionante.

Sua tapeçaria foi completamente refeita no padrão original na cor preta, capas de banco, carpete, capas de porta e sua capota targa foram refeita no padrão original.

Sua suspensão e freios são novos além de amortecedores Bilsten.

Deu para perceber que esse carro é incrível e que foi feito um trabalho de muito boa qualidade.

Bom vocês devem estar perguntado; Se o carro é muito bonito o que fizemos para melhorar?

Porsche 911 Targa

O carro passou por uma limpeza completa de chassis, caixas de roda, motor e câmbio. O trabalho foi feito com maquina a vapor de ultima geração, tirando todos os resíduos de óleo sem comprometer a parte elétrica.

Essa Porsche passou por um polimento técnico tirando todos os riscos e trazendo esse brilho maravilhoso.

Seus vidros passaram por um processo de remoção de chuva ácida e foi aplicado um produto especial para repelir a água, além de dar proteção.

Porsche 911 Targa

Seu maravilhoso interior passou por uma detalhada higienização. Foi aplicado ozônio matando todos os fungos e bactérias, além de tirar qualquer tipo de mau odor. Seus bancos passaram por processo de limpeza e revitalização e proteção do couro.

O resultado ficou fantástico conseguimos tirar muitos dos riscos, realçamos o brilho do carro dando proteção na sua pintura. Seu interior ficou como novo, e o motor como se tivesse saído da fábrica além de ter recebido uma camada protetora para suas mangueiras e componentes.

Porsche 911 Targa

Precisando de cuidadoss para seu carro? Entre em contato com a gente, será um prazer poder ajudar.

Um Encontro de Clássicos: Jaguar E-type e Estádio do Pacaembu

Poucos carros mexem com a emoção como o Jaguar E-Type, com seu capo longo, quase fálico. Quando o design surgiu em 1954, Enzo Ferrari o elogiou como sendo “O Carro mais bonito já feito”. O designer Malcon Sayer trabalhou muito em cima da forma do Jaguar de corrida D-Type Lemans, fazendo uma reinterpretação para estrada.

Sem dúvida um dos mais icônicos da história automotiva, o E-Type ficou em primeiro lugar na lista de cem carros mais bonitos de todos os tempos feitos pelo Jornal Daily Telegraph. Esse modelo é um série 3 o mais potente E-Type de estrada, o V12 de 5300cc.

O ensaio fotográfico foi realizado no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido por Estádio do Pacaembu ou simplesmente Pacaembu. Localizado na praça Charles Miller, na zona central da cidade de São Paulo, foi inaugurado na década de 1940 com capacidade para 70 mil espectadores e, na época, era considerado o mais moderno estádio da América do Sul.

Confira as fotos deste encontro de clássicos.

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

Jaguar E-type

BMW R100 R3, BY Sinroja Motorcycles

Esta BMW R100 já pertenceu, um dia, às mãos da polícia britânica. Agora, ou muito nos enganamos, ou vai é ser perseguida por essa mesma polícia. É caso para dizer que passou de bestial a besta, mas num bom sentido, claro. É daquelas bestas que se suportam com todo o gosto. Ainda não conhecíamos o trabalho da Sinroja Motorcycles, mas, a partir de agora, vamos ficar atentos. Esta é apenas a terceira customização deles, mas, pelo resultado final, ninguém o diria.

Apelidada de R3, esta máquina, com o motor de uma R100-R, destaca-se pelo escape duplo posicionado mesmo abaixo do assento, algo invulgar, mas, sem dúvida, um excelente apontamento, que é impossível passar despercebido. A bateria de lítio atrás do quadro alimenta todo o veículo, incluindo o bonito Motoscope da otogadget e o sistema de ignição electrónica, que lhe dá um toque clean, graças às pequenas luzes LED na forqueta. Tudo isto em cima de umas jantes de aço inoxidável, com 16 polegadas, “embrulhadas” nuns pneus Chattanooga Delux Champion. E vocês, ficaram convencidos?

BMW Custom by motorcycle

BMW Custom by motorcycle

BMW Custom by motorcycle

BMW Custom by motorcycle

BMW Custom by motorcycle

BMW Custom by motorcycle

BMW Custom by motorcycle

Batman vai Leiloar um dos Seus Veículos Supersónicos

Fãs de motos já nós sabemos que vocês são. Fãs do Batman também temos quase a certeza que muitos devem ser. Como tal, esta notícia vem mesmo a calhar. O famoso Batpod, moto XPTO utilizada pelo homem morcego nos filmes da trilogia “O Cavaleiro das Trevas”, vai ser leiloado online pela Prop Store e pode ser vosso – caso tenham aí à mão uns 70 a 95 mil euros, claro. O valor final da licitação vai andar à volta disso.

O Batpod foi concebido pelo production designer Nathan Crowley e tornado realidade pelo especialista em efeitos especiais (passe-se a redundância) Chris Corbould. Revestido com painéis de fibra de vidro, o veículo está equipado com um motor Honda de 750cc, pneus de competição Hoosier de 31 polegadas, dois canhões e uma mira laser. Não se entusiasmem… Os canhões e o laser, obviamente, não estão operacionais. É pena, de facto…

Nos três filmes realizados por Christopher Nolen, foram utilizados seis Batpods diferentes, mas este modelo é precisamente o que aparece nos principais close-ups das películas.

O leilão irá decorrer aqui, a partir de dia 27 de setembro.

Batpod

Batpod

Batpod

Batpod

Caterham “Seven Sprint” – Um Clássico a Estrear

Todos aqui gostamos de carros clássicos, certo? Mas, e quando eles são clássicos e novinhos em folha ao mesmo tempo? Melhor ainda, não? É o caso do “Seven Sprint”, um modelo criado pela fabricante britânica Caterham, especificamente para assinalar o 60º aniversário do modelo Seven, que será celebrado no próximo ano.

Numa edição limitadíssima (serão lançados apenas 60 exemplares), o carro vem equipado com um motor Suzuli de três cilindros, com 80 cavalos de potência, e combina as técnicas de construção modernas com o estilo vintage, inspirado na década de 60. Para quem conhece bem os primeiros modelos “Seven”, a nostalgia começa assim que vemos as “asas” laterais e os faróis (que quase fazem lembrar os carros do filme “Cars”, com olhos). No interior, temos um lindo volante em madeira, um painel de instrumentos completamente à antiga, e uns estofos costurados à mão em vermelho escarlate.

Caterham

Caterham

Land Cruiser DJ 40 Hot Rod, Bu Aller Rods & Customs

Poucos são os fãs do off-road que têm alguma coisa a apontar aos Toyota Land Cruiser, que já cá andam há umas boas décadas. Foi precisamente num Land Cruiser de 1976 que os tipos da Aller Rods & Customs, sediados na África do Sul, decidiram pegar para fazer alguma magia. E não se saíram nada mal!

Já ouviram falar nos Hot Rod? São aqueles carros americanos dos anos 20 e 30 modificados para ficarem mais rápidos e com um aspecto meio “Hot Wheels”. São quase como uma espécie de café racer dos carros. Tirando a suspensão da frente, que foi totalmente criada pela oficina sul-africana, a maioria das alterações foram adaptadas de outros carros: as rodas gigantes e o diferencial eram de um Land Rover Discovery; os assentos de um Jeep Wrangler; e os faróis de um Volkswagen Golf 1. Além disso, ainda instalaram um rádio Lexus, um volante Momo e uma roll cage, para garantir maior segurança ao condutor. Quanto ao motor, optaram por um V8 1Uz Lexus, com 300 cavalos. O que acham do resultado?

Land Cruiser

Land Cruiser

Land Cruiser

Land Cruiser

Land Cruiser